terça-feira, 15 de julho de 2014

Comissão Dom Helder Câmara ouve jornalistas sobre período da ditadura


    A Comissão Estadual da Memória e Verdade Dom Hélder Câmara promove quinta-feira, 17.07.14, na Fundação Joaquim Nabuco, às 9h, sessão pública para ouvir depoimentos de alguns jornalistas que vivenciaram o período da ditadura no Brasil. Fernando Coelho, coordenador da CEMVDHC comanda a mesa de debates ao lado dos demais membros. O objetivo é que sejam trazidos à discussão fatos importantes que mostrem a atuação de cada profissional à época da repressão. “Buscamos relatos, através da visão de cada um, sobre a fase da censura. Dados que possam contribuir com o trabalho da Comissão de Pernambuco”, explica Coelho.
    Serão ouvidos, neste primeiro momento: Antônio Portela, Aldo Paes Barreto, Carlos Garcia, Ivanildo Sampaio, Juracy Andrade, Nagib Jorge e Roberto Tavares. Cada jornalista terá a oportunidade de falar durante a sessão pública e, no momento seguinte, responder aos questionamentos dos membros da CEMVDHC.
Retrospectiva- A CEMVDHC foi instalada, pelo ex-governador Eduardo Campos,  no dia 01 de junho de 2012, em solenidade no Palácio do Campo das Princesas. Em junho de 2014, os trabalhos da CEMVDHC foram prorrogados, por mais dois anos, por ato do governador João Lyra Neto. Os membros trabalham numa lista preliminar com os nomes de 51 pernambucanos mortos, desaparecidos ou vítimas de graves violações dos direitos humanos, ocorridas no estado ou no Brasil, durante a repressão. No período de Junho de 2012 a maio de 2014, a CEMVDHC realizou 34 sessões públicas, 18 reservadas e foram colhidos 69 depoimentos.

Membros da Comissão Dom Helder Câmara:
Fernando Coelho - Coordenador, ex-deputado federal e advogado ligado aos direitos humanos;
Henrique Mariano - Secretário geral, advogado e ex-presidente da OAB/PE;
Humberto Vieira de Melo – Advogado; Roberto Franca - Diretor Executivo do Instituto Dom Helder Câmara; Procurador Judicial da Prefeitura do Recife;
Manoel Moraes – Cientista político e professor de Direitos Humanos;
Socorro Ferraz - Historiadora e professora;
Nadja Brayner - Professora aposentada e ex-integrante do Comitê Brasileiro da Anistia;
Áureo Bradley – ex-deputado estadual; Gilberto Marques - Advogado.

SERVIÇO
> Depoimentos de jornalistas que
> trabalharam durante a ditadura no Brasil
> DIA: 17.07.2014 (quinta-feira)
> HORÁRIO: 9h
> LOCAL: Fundação Joaquim Nabuco (Sala Calouste Gulbenkian)

Fonte: Assessoria de Imprensa da CEMVDHC

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Morre em São Paulo Plínio de Arruda Sampaio


No dia 26 deste mês, Plínio Sampaio completaria 84 anos. Ícone da esquerda católica, ele mantinha boas relações com políticos de partidos antagônicos, como PT e PSDB. Em 1964, teve os direitos políticos cassados pelo AI-1 (Ato Institucional). Desiludido com o mensalão, ele deixou o PT e fundou o PSOL.



quinta-feira, 3 de julho de 2014

Homenagem



A Câmara dos Vereadores de Olinda homenageia na noite desta quinta- 03.07.14, a partir das 19h, o Centenário da YALORIXÁ SEVERINA PARAÍSO DA SILVA, MÃE BIU - Terreiro de Xambá. Resolução de iniciativa do Vereador Marcelo Santa Cruz.

É coco de Roda, É cultura, é Olinda.
Participe!