sexta-feira, 26 de setembro de 2014

VOTE 13.555 MARCELO SANTA CRUZ DEPUTADO ESTADUAL


Estamos na reta final da Campanha que vai eleger Marcelo Santa Cruz Deputado Estadual. Nesse momento é fundamental fazer uma grande corrente e multiplicar os votos e compartilhar nossos posts.
Vamos lembrar aos amigos o nosso número: MARCELO SANTA CRUZ 13.555.
Ligue, passe mensagens (SMS), whatsapp, emails, utilize as redes sociais (facebook, twitter, instagram, blog, site, twibbon, entre outras).
Será a vitória da CIDADANIA COM PARTICIPAÇÃO. Contamos com você. Forte abraço.



Veja nossas propostas!

Confira, divulgue e vote!!



terça-feira, 23 de setembro de 2014

Perdemos esta manhã o escultor e mestre Abelardo da Hora. Sua arte está fixada em toda a cidade, em nossos olhares e na história. Vai em Paz!

CAMPANHA FASCISTA


Autor: Nagib Jorge Neto - Jornalista

Neste exato momento estou pensando no debate realizado no Curso de Direito da UFPE, onde Marcelo Santa Cruz, do Partido dos Trabalhadores, vereador e candidato a Deputado Estadual, manifestou sua indignação diante de pichações que lembram os tempos da ditadura, do Comando de Caça aos Comunistas e que motivou uma moção de Edilson Silva, do PSOL, condenando esse recurso que constitui uma violação às tradições de luta e ação política em Pernambuco.
CAMPANHA FASCISTA
Na manhã de hoje, durante debate no Curso de Direito da Universidade Federal de Pernambuco, o candidato Edílson Silva, do PSOL, fez uma moção de desagravo ao PT – Partido dos Trabalhadores – diante da campanha da Frente Popular – PSB e aliados – que está fazendo pichações em vários pontos do Recife atribuindo ao partido responsabilidade na tragédia com o avião que matou Eduardo Campos e mais seis passageiros. Na ocasião, Marcelo Santa Cruz, vereador e candidato do PT a deputado estadual, condenou essa tentativa infame de fazer política e cobrou da Frente Popular uma posição sobre essa acusação ignóbil e falsa.
O Deputado Waldemar Borges, atual líder do Governo e candidato à reeleição pela Frente Popular ficou em silêncio, sem nada declarar, enquanto Terezinha Nunes, da coligação governista, abordou uma questão que era parte do debate. A moção de Edílson foi compartilhada pelos estudantes e professores e Marcelo Santa Cruz, militante dos Direitos Humanos, dos movimentos sociais, anunciou que vai mobilizar seu partido para cobrar da Frente Popular um pronunciamento sobre as pichações.